quinta-feira, 13 de maio de 2010

Ia tendo um ataquezinho...

Ontem foi dia de ir ao cabeleireiro, e como sempre, fui cheia de medo. O meu cabelo anda em processo de crescimento, por isso, quando lá cheguei, disse logo que só queria cortar meio centímetro. E claro, quando a senhora pegou na tesoura, eu ia tendo um ataque só de imaginar quanto é que meio centímetro significava para ela (sim, porque toda a gente sabe que no que toca a cabeleireiras, elas têm uma noção um bocado distorcida em relação a medidas), cortou uma pontinha e mostrou-me para eu confirmar se era aquilo que queria. Estava em pânico, pois que estava, aqueles dez minutos do corta corta, são sempre muito dolorosos, mas no fim até fiquei contente com o resultado. Olhei para  chão e praticamente não se via cabelo nenhum, era isto que eu queria. E pronto, até que foi uma prova superada, já começo a confiar na Ana, que pela segunda vez, fez exactamente o que lhe pedi. Agora prometo tratar muito bem dele, para depois do Verão só precisar de cortar o mesmo que agora.
A única parte boa da tarde foi mesmo a minha esteticista elogiar as minhas unhas, que ultimamente têm sido arranjadas em casa, isto se para a Arquitectura não der, terei sempre um lugarzinho no mundo da manicure, pronto.
Pus esta imagem porque o meu cabelo está igual ao da Calista Flockhart: tamanho, penteado e cor. Bonito, não?

2 comentários:

S. disse...

Eu gosto! :) eu raramente corto o cabelo porque estou sempre com medo que me cortem demais, à pouco tempo cortei as pontas e agr só depois do verão é que penso lá voltar... nos entretantos vou cortando a franja!

Lady C disse...

Fiquei com medo deste que em Setembro passado, quando fui para ir cortar as pontas a mulher cortou-me uns bons 8 cm! Nunca mais lá voltei. Agora é sempre com muito cuidado para tentar voltar ao mesmo tamanho...