terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Sou uma miúda

De viagens. E percebi agora, que aventureira. Além do meu instinto e do meu inconsciente a falar por mim, sei que foi isso que me foi incutido. E nunca disse que não ao desconhecido, a uma viagem, a um passeio, a uma aventura. Nunca tive medo de me perder, de não ter ninguém que me percebesse, de passar fome. Sou desenrascada, insaciável, curiosa, natural. E por isto, e por mais - por estar habituada a viajar, sair do país, passar horas e horas dentro de um avião ou de um carro, conhecer, descobrir, passar dias a falar uma língua que não é a minha, comer coisas diferentes, dormir pouco, andar muito, cansar-me mas aproveitar sempre ao máximo. Custa-me entender aqueles que não saem e não se dão ao trabalho de conhecer, de viver,  que lhes faz confusão andar um mês de um lado para o outro, a dormir em hotéis diferentes todas as noites, terem medo de se perder quando andam de carro com um GPS incluído ou de comboio em comboio com uma mochila às costas. De experimentar coisas novas, conhecer culturas e gentes diferentes. Ainda não percebi se isto é medo, preguiça ou simplesmente uma coisa que não nasce com eles (ou ao contrário, que nasce com eles o comodismo, sim, porque é muito mais fácil ficar em casa sentados no sofá a ver trash tv). Pode ser simplesmente um modo de vida, que não compreendo, é verdade. E que me custa a aceitar. Porque para mim, o melhor da vida vai ser sempre isto, o mundo que está lá fora à nossa espera. Aquele que não espera por nós mas que tem tanto para nos ensinar e só indo, vendo e vivendo é que se aprende. E se cresce. Sim, só experimentando é que se cresce. E neste aspecto posso dizer que sou uma menina muito crescida. E ainda bem!

3 comentários:

Danii disse...

Também há aqueles que querem, desejam e preferem sempre viagens a ficar em casa a ver tv e não poderem! é o meu caso, infelizmente :s

Ice Cream disse...

Concordo com as duas (Danii e C)
Também gostava de ri mais longe, ver mais e descobrir mais... mas enquanto for so eu a querer e enquanto depender de outros para tal não posso fazer muito mais...

Lady C disse...

Danii e Ice Cream,
Neste texto em nada me refiro a dinheiro, quem não pode obviamente que não vai, mesmo que queira. Eu aqui estou a falar da atitude, por exemplo, vocês as duas, estão sempre prontas para sair e passear, tal como eu, nunca preferimos ficar em casa a uma boa saída. É simplesmente nisso que estou a falar, na atitude das pessoas, não das suas possibilidades. E quando falo em viajar, falo também em passeios ou simples saídas.
Beijinhos