quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Tão picuinhas que estou


Em relação ao meu armário. Cada vez tenho mais roupa, é um facto. Mas também é verdade que cada vez estou mais organizada no que toca a arrumá-la. Que isto tem que estar tudo muito bem dividido por secções, é parte do armário para vestidos, é outra para casacos (ai, os casacos, cada vez mais a minha perdição...), outra para as lãs, mais uma para as calças, outra para camisolas, mais uma parte destinada aos sapatos e por aí adiante*. Isto sem esquecer as cinco gavetas por onde estão divididas as t-shirts, camisolas de meia estação, camisolas de inverno, calções e leggings, camisolas básicas e casacos de malha... Todo um rol que completa a colecção da minha vida, isto é, pode-se chamar colecção a coisas que se usa? Cá para mim, sim, que assim vou mantendo a desculpa para poder continuar a alimentar este vício. O problema em toda esta organização instala-se quando a minha mãe, com toda a sua boa vontade, e com o meu agradecimento que por vezes também tenho os meus momentos de preguiça, começa a arrumar a roupa que durante a semana se começou a acumular na cadeira. Isto porque depois, quero vestir uma coisa, que se não está no sítio onde devia estar, para mim é como se estivesse para lavar ou engomar, e depois a minha mãe insiste em dizer que arrumou, e eu a dizer que não, que não a encontrei, quando no fim só estava era no sítio errado. Picuinhas, mesmo picuinhas, prefiro perder tempo a dobrar e arrumar a minha roupa a ela ser arrumada por outra pessoa mas no sítio errado. Só eu.
*coletes, saias, camisas, blusas, cachecóis, malas...

4 comentários:

susana disse...

Também sou sempre assim, tudo na sua caixa, na sua gaveta, no seu compartimento. E depois ainda há a parte da decoração do armário...

nini disse...

sou igualzinha a ti...se alguém mexe na minha roupa e tenta organizá-la fico possuída...mil vezes eu tratar da minha roupa... :)
muitos parabéns pelo teu blog...gosto muito...bjns nini

Gonçalo disse...

Eu também gosto muito de ter tudo arrumado como te expliquei á bocado xD

Tânia Gil disse...

Eu sei. Ainda assim a parte boa superou essa parte desagradável. O concerto foi brutal mesmo :)