sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Tudo e depressa


Cada vez aproveito mais os momentos de silêncio, porque cada vez são mais raros. A vida é uma confusão. Uma confusão barulhenta. E depois, quando damos por nós a só ouvir o silêncio quase que nos apetece chorar de alegria. Pois que parece que hoje em dia, ninguém consegue estar calado, aproveitar a calmaria. Querem tudo e depressa e tornam-se incapazes de aproveitar o que de melhor a vida tem. A calma e a serenidade com que somos capazes de viver. Mas não, querem tudo e depressa, para ontem. Que isto, o mundo pode acabar amanhã.

2 comentários:

Gonçalo disse...

eu penso muito assim :)

S. disse...

Para mim o melhor depois de um dia de trabalho é o som de entrar em casa e o silêncio total para poder relaxar!