terça-feira, 8 de março de 2011

Há dias

Em que precisava de uma chávena assim - cheia de amor. Para poder bebê-la aos poucos, saboreá-la. Aproveitá-la ao máximo e reparar em cada pequeno detalhe seu, chegar ao fim e sorrir. De satisfação. Porque há dias em que sentimos falta de um amor [de um grande amor], que nos põe com borboletas na barriga, com as pernas bambas, com um sorriso pela mais simples coisa, por tudo e por nada. Porque como alguém um dia me disse, estar apaixonada vale a pena, vale mesmo. Vale os desgostos, a tristeza e a angústia. Vale tudo, porque a paixão trás-nos sensações que só ela pode trazer. Traz-nos felicidade. Aquela felicidade. Sem a qual ninguém devia viver. Pelo menos uma vez na vida.

1 comentário:

susana disse...

Concordo com tudo, e eu sei bem o que isso é, dos bons momentos valerem sempre o dobro dos maus: é sempre amor, a paixão sobrevoa tudo...