domingo, 18 de setembro de 2011

No meu 18º ano de vida


Mudei mais do que em qualquer um dos anos anteriores, cresci mais. Não sei se melhor, mas à minha maneira. Aconteceram coisas más, andei desnorteada, mas [como sempre] houve pessoas que me apoiaram e fizeram com que tudo ficasse melhor, às vezes mesmo sem saberem. Fiz muitas coisas, algumas pela primeira vez, e não me arrependo de nada. Porque mesmo que não tenha sido da maneira certa, foi da minha. Como tinha que ser. Vi pela terceira vez a Ivete Sangalo, fui pela terceira vez, tanto a Londres como a Nova Iorque. Fiz novos amigos, desfiz-me de alguns. Estudei muito, tive bons resultados. Passeei muito, diverti-me. Tomei boas decisões, tomei más. Como todos. E fiz tantas outras coisas, descobri tanto de mim e dos outros. No fundo, sei que nada vai mudar amanhã, mas sei que muito mudou no último ano.

3 comentários:

Gonçalo disse...

Assim é que queremos que sejas :) Eu gosto da pessoa que és :D

Tânia Gil disse...

Parabéns C :)

▼ Danii disse...

E que mudou para melhor, disso não há dúvidas :)