domingo, 16 de outubro de 2011

Estou todos os dias com pessoas


Mas mesmo assim, sinto-me sozinha. É isto que tenho pensado nos últimos dias. Porque estou num sítio novo, onde não conheço ninguém e ninguém me conhece. Onde estou sem as minhas pessoas [a falta que elas me fazem]. O poder dizer uma piada que sei que ninguém vai levar a mal, o poder dizer e fazer parvoíces. O poder ter uma conversa que não seja simplesmente sobre as aulas, os professores, os trabalhos e afins. Ou todas as outras coisas que já se tornaram essenciais e normais entre nós, amigos. Bem sei que é assim só no início e que daqui a uns tempos já não pensarei desta maneira, pois, que naturalmente as amizades vão aparecer e tudo o que vem com elas. Mas este início custa, custa mais que qualquer outra coisa. Porque no fundo, eu sou uma pessoa de hábitos. E uma pessoa muito habituada às suas pessoas [aquelas que no início do secundário também não o eram mas que se foram transformando, naquelas em que posso dar um abraço, só porque sim ou até atirar uma cerveja à cara, que não me vão levar mal. As que continuam aqui, mas não todos os dias].

7 comentários:

Eli disse...

É normal que penses assim :)

Miss Bad disse...

Oh miuda, mas isso resolve-se já : )
se precisares de qualquer coisa, já sabes : ) *

http://thediariesofmissbad.blogspot.com

piccolina disse...

Tu própria sabes que no inicio é assim, quando passamos para um ambiente diferente do que estamos habituados há sempre o período da descoberta. Estás a descobrir novas pessoas, novas personalidades e esta nova experiência vai tornar-te mais forte.
Um beijinho*

susana disse...

Também dou por mim a perguntar-me todos os dias: mas quem é que eu conheço aqui? mas como é que eu vim aqui parar?. E depois só há conversas de nerds, e depois há tão pouco tempo para ver quem realmente já faz parte de mim. Também me sinto sozinha no meio daquele mundo, parece que nunca vou conhecer ninguém como já conheço os meus amigos, não és a única. Mas é preciso ser assim, sempre, para um dia poder vir a ser algo mais :)

p disse...

sinto-me exatamente da mesma maneira e é uma das coisas que mais me atormenta nesta mudança que foi a faculdade. sinto-me tão desamparada, mesmo já conhecendo duas ou três pessoas. mas acredito que seja passageiro, portanto, não há que desanimar.

Rita disse...

É normal Lady C. É sempre assim numa nova etapa da vida*

Rita disse...

Nem mais! =)