segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

A minha sorte


Virou antes azar e as botas a metade do preço que iam chegar num instante, ficaram foi retidas na alfândega à espera do representante para verificar se eram verdadeiras e eu a receber em casa uma carta de suspeita de contrafacção! No fundo eu é que estava a ser enganada por achar que estava a comprar no site da marca, enfim. A coisa lá se resolveu, tendo eu que assinar um papel em que autorizava a destruição das botas por serem uma réplica. E lá se foi o dinheiro juntamente com as botas. Não pensei mais no assunto, pois também não valia a pena gastar mais dinheiro nisso, até que... uma colega do meu pai foi aos EUA e ele pediu-lhe para trazer as botas! Hoje ninguém me tirou o sorriso da cara por causa disso. Já as querias há mais de um ano, foi difícil arranjar um bom negócio, acabei por ter que mandar destruir umas, até conseguir finalmente ter as minhas. Saiu mais caro que a encomenda, mas agora não as vou largar mais e sei que valeram cada cêntimo. Mal posso esperar por amanhã estreá-las. Pode ser que até me dêem sorte para o teste.

2 comentários:

Susana disse...

Ainda hoje pensei em mandar-te uma mensagem a perguntar se as tais botas tinham chegado para comprar umas ahah, coincidências. O que importa é que já tens as que querias :)

T. disse...

Bem, definitivamente essas botas tinham que ser tuas!