domingo, 8 de março de 2015

It's all about Grey


No inicio desta temporada, o anúncio era este - This season, is all about Grey - e foi. Nos primeiros episódios. Toda uma chatice, parecia uma miúda de 15 anos, coisa que na verdade, depois de já tanto lhe ter acontecido, devia era dar-lhe muito menos para o drama. Enfim. Uma pessoa agora nem sabe se o Sheperd volta ou não [não bastava já termos perdido os outros bonitões todos?] e nos últimos episódios, Grey é coisa que nem se vê. Aparece sempre, por vezes uns meros segundos, parece que virou personagem secundária. E agora é mais, all about April ou Herman. Será por a vida da Meredith ao fim destes anos todos já não ter assim tanta piada? Não sei. Esta é a minha série preferida, há anos e anos e apesar de já não ser tão boa como era, não consigo deixar de ver um episódio que seja. E essa hora, é sagrada. Nada me chateia. E continuo a gostar, e muito, desta espécie de ritual. Mas que a Grey devia ganhar vida novamente, lá isso devia. Nem que seja com o regresso do marido.

Sem comentários: