quinta-feira, 29 de março de 2012

Digo que não


Quero um namorado, que estou bem assim. E estou. Mas há dias em que queria mais. Um amor calmo, pacífico. Um porto seguro. A certeza de que alguém está sempre a pensar em mim. O poder contar todas as parvoíces do meu dia a alguém. O ter de me preocupar com uma pessoa, no meio da minha agitada e muito ocupada vida. O ter aquele alguém, que me dá o cone depois de comer o gelado. Uma companhia para os programas inesperados. Para as tardes de inverno e para as noites de verão. Para idas à praia para ver o mar e as estrelas [e a minha lua]. Para me levar ao aeroporto só porque sim. Para pegar no carro e andar sem destino. Para tantas e tantas coisas que me lembro, em dias assim. Coisas que um dia vão chegar, quando for a altura certa. Acredito tanto nisso.


3 comentários:

Susana disse...

Essas coisas que imaginas, vão mesmo chegar um dia. Podem até ser diferentes, podem até ser melhores, podem até ser mais. Cheias de contornos improváveis, mas um dia vais partilhar-te e dar-te muito mais do que imaginas agora. Gostei deste texto, disse-me muito sobre certas alturas de mim ;)

Rita disse...

A imagem do meu post é so para ajudar a visualizar a ideia :p

Danii disse...

Que isso aconteça tudo para ambas :)