terça-feira, 10 de abril de 2012

Dias

Nos dias em que as pessoas mais me irritam. Naqueles dias em que começam de manha e só acabam quando vou para a cama, a única pessoa com quem me apetece estar, é contigo. É inevitável pensar que és o único incapaz de me irritar [pelo menos nestes dias] e o único a conseguir acalmar-me. Estas coisas só me fazem pensar, ainda mais, no há quanto tempo não estamos juntos e no controlo, que tenho que ter, no impulso de ir à agenda confirmar se é tanto tempo assim. Hoje é um desses dias, em que precisava do teu abraço e do teu olhar, o único capaz de me fazer esquecer o resto do mundo. Isso e de um beijo para o caminho.

3 comentários:

Tânia Gil disse...

Há sempre alguém que funciona como o nosso refúgio :)

Matilde disse...

Como te compreendo :)

A. Richter disse...

Compreendo-te tão bem.. Mas é pena que às vezes eles não entendem o que queremos mesmo e nos irritem também -.-'