terça-feira, 3 de julho de 2012

Tu


Chamas-me de trapalhona por conseguir ligar o alarme do carro quando estava a tentar abrir a porta para entrares, ao menos já sabemos que funciona, digo-te eu. O meu carro obriga-te a pores o sinto, senão, não pára de apitar. Dizes que sou maçarica, mas que confias em mim. Vais-me dando dicas pelo caminho, põe lá a terceira, tu olhaste?, travaste na curva?, levanta a embraiagem devagarinho e coisas que tal. Um passeio pacífico. Antes de te ires embora voltas a chamar-me de maçarica mas dizes que não estou assim tão mal, é só até me habituar a um carro a gasolina. Dizes para ter cuidado e atenção, consegues ser fofinho à tua maneira, e fazes-me rir. Deixas-me bem disposta como quase sempre e com um sorriso na cara, que me faz adormecer a pensar em ti.

3 comentários:

34 disse...

Alguém esta apaixonada :) lalala

Danii disse...

depois dizes que não! depois conversamos :O

Susana disse...

Ai que o amor é tão lindo :p