quinta-feira, 14 de julho de 2016

Do meu cabelo


Há muito que já me passou a pancada de querer cabelo comprido. Já o tive. Já me fartei e cortei-o. Agora está a ficar grande outra vez. E eu a ficar farta dele outra vez. Mas decidi que só o ia cortar depois de entregar [ou apresentar] a tese. Primeiro porque sempre é um novo penteado que marca uma nova fase da minha vida e depois porque gostava mesmo muito de doar cabelo. Sentir que posso fazer qualquer coisa por alguém. E daí, apesar da minha gigante vontade de lhe dar já umas valentes tesouradas, vou esperar. E entretanto, vou tratando dele para estar na melhor das condições quando o doar. Cortei-o há três meses, vou agora voltar a cortar as pontas e em Setembro volto a fazer o mesmo, para o corte radical no fim de Outubro ou Novembro.  Nos entretanto vou-me inspirando na minha querida Alexa para o novo penteado. Em tempos inspirei-me nela para fazer franja e agora inspiro-me para um corte curto. E se antes tinha na ideia alisar o cabelo quando o cortasse, essa, já me saiu completamente da cabeça. Primeiro porque não me gostei nada de ver da última vez que o alisei e depois porque se a esta menina fica bem assim ondulado, a mim também há-de ficar. Ahah.

1 comentário:

Lima Limão Consultoria de Imagem disse...

Há cerca de ano e meio que tenho vindo também a deixar crescer o cabelo para fazer um doação! Ainda tenho um longo caminho a percorrer mas o resultado valerá a pena!
Há muito que acompanho o teu blogue, mas confesso que só hoje me atrevi a comentar! ;)
Muitos parabéns pela tua escrita!
Um beijinho
Cris